Desembargador esquece microfone ligado e xinga colega durante audiência: “carinha de filha da puta” |

desembargador José Ernersto Manzi

O desembargador José Ernersto Manzi, da 3ª Câmara do Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região (TRT12), em Santa Catarina, não percebeu que seu microfone estava ligado enquanto a desembargadora Quézia Gonzalez falava e disse: “isso, faz essa carinha de filho da puta que você já vai…”

Ao perceber que todos ouviram o xingamento, Manzi tentou disfarçar e a desembargadora continuou seu voto como se nada tivesse acontecido. 

O fato ocorreu durante julgamento na 3ª Câmara do TRT12 na última quarta-feira (29/7).

Ante o ocorrido, a OAB/SC publicou nota de repúdio, desaprovando a “conduta inapropriada”, que “viola o dever de urbanidade do magistrado”.

Fontes: Yahoo | Migalhas.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*