Elsimar Coutinho, médico cientista, morre aos 90 anos após complicações da Covid-19

elsimar coutinho

O médico Elsimar Metzker Coutinho, de 90 anos, que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, morreu nesta segunda-feira (17). A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do médico.

Elsimar Coutinho foi internado no dia 20 de julho, no Hospital Aliança, em Salvador, após apresentar caso de Síndrome Respiratória Aguda Grave, decorrente da Covid-19. Quase 10 dias depois, ele foi transferido para o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

Situação de saúde

Quando Elsimar ainda estava internado em Salvador, o Hospital Aliança informou que, no dia 21 de julho, o médico estava em ventilação artificial e sedado. No do dia 22, divulgou que ele estava com problemas renais e pulmonares. Já no dia 23 de julho, a unidade médica informou que ele foi submetido a hemodiálise após quadro de disfunção circulatória.

No dia 29 de julho ele foi transferido para o hospital em São Paulo. Lá, no dia 6 de agosto, Elsimar passou por um procedimento de traqueostomia, quando um tubo fino é colocado na garganta para permitir a passagem do ar. Por meio de nota, a assessoria do médico informou que o procedimento foi feito para que ele tivesse mais conforto no tratamento.

Elsimar Coutinho deixa esposa, cinco filhos, 12 netos e quatro bisnetos. O corpo dele vai sair de São Paulo para Salvador na terça-feira (18), às 6h, e será cremado às 15h no Cemitério Jardim da Saudade, em uma cerimônia restrita.

Por G1 Bahia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*