Ministro Marco Aurélio vota para Bolsonaro depor por escrito em inquérito da PF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello manifestou seu voto favorável, nesta quinta (24), para que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) possa depor por escrito no inquérito que apura suposta interferência na Polícia Federal.

No início do mês, o  ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal) negou pedido do presidente Jair Bolsonaro para prestar depoimento por escrito em inquérito. 

“A interpretação histórica, sistemática e teleológica do Código de Processo Penal deságua na possibilidade de a audição do Presidente da República, na qualidade de testemunha, investigado ou réu, ser por escrito”, escreveu o ministro, em seu voto. O inquérito em que o presidente é citado tem como base as acusações do ex-ministro da Justiça Sergio Moro, que acusou Bolsonaro de planejar interferir nos trabalhos da Polícia Federal 

Por BNews | Com informações da CNN

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*