MPF se manifesta após nome de Augusto Aras ser cogitado para o STF

© Rosinei Coutinho/SCO/STF

O Ministério Público Federal (MPF) emitiu uma nota pública sobre a veiculação do nome do procurador-geral da República, o baiano Augusto Aras, para ocupar uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). No documento, divulgado na noite desta sexta-feira, 29, o MPF informou o desconforto de Aras com a veiculação da notícia.

Ainda segundo a nota, apesar de se sentir honrado em ser membro do STF, Augusto Aras “sente-se realizado em ter atingido o ápice de sua instituição (a PGR), que também exerce importante posição na estrutura do Estado”. A nota segue: “Ao aceitar a nomeação para a chefia da Procuradoria-Geral da República, não teve o atual PGR outro propósito senão o de melhor servir à pátria, inovar e ampliar a proteção do Ministério Público Federal e oferecer combate intransigente ao crime organizado e a atos de improbidade que causam desumana e injusta miséria ao nosso povo”.

O texto finaliza com a informação de que Augusto Aras “considerar-se-á realizado se chegar ao final do seu mandato tão somente cônscio de haver cumprido o seu dever”.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*