Prates retira pré-candidatura: ‘Frente a momento, entendi que planos tinham mudado’

léo prates

O secretário municipal de Saúde, Leo Prates, anunciou nesta quarta-feira (15) que não vai mais concorrer à prefeitura de Salvador nas eleições deste ano. O deputado estadual licenciado se filiou ao PDT em janeiro para a disputa, e em março o ex-ministro Ciro Gomes chegou a vir para Salvador em apoio à candidatura de Prates.

Em nota enviada à imprensa, o titular da SMS afirmou que seu desejo pessoal de “cuidar das vidas do povo de Salvador” passou a ser realizado por meio do cargo que tem ocupadona SMS. Na avaliação de Prates, pareceu coerente manter “vidas de milhões de soteropolitanos” acima dos seus anseios pessoais.

“Quis o destino que eu estivesse na cadeira de secretário de Saúde quando testemunhamos Salvador encarar um dos seus maiores desafios, a guerra contra o novo coronavírus. Frente a este momento entendi que os planos tinham mudado, o meu objetivo de cuidar das vidas do povo de Salvador ainda não viria pela disputa eleitoral, mas pela dedicação ao cargo que já ocupava”, explicou.

Informações de bastidores indicam que pesaram na decisão a situação da capital baiana, ainda sem perspectiva de reabertura da economia devido à pandemia, e falta de consenso sobre o pedido de flexibilização do prazo de desincompatibilização. Com a retirada da candidatura de Prates, não se sabe ainda quais serão os rumos do PDT para a disputa desde ano.

Por Bahia.BA

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*