Quem é Rolando Alexandre, o novo diretor-geral da PF

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nomeou nesta segunda-feira (5) o delegado Rolando Alexandre de Souza como novo diretor-geral da Polícia Federal (PF). Ele foi escolhido após o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF) suspender a nomeação para o cargo de Alexandre Ramagem, diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), primeira escolha do presidente.

Souza era secretário de Planejamento da Abin, o número três da agência, e considerado o braço direito de Ramagem, que foi quem o levou para o cargo em setembro de 2019.

Antes, foi chefe do núcleo de operações da PF em Rondônia e corregedor do órgão no estado, onde conheceu Ramagem, então superintendente da PF.

Ao longo da carreira, Souza dirigiu o Serviço de Repressão a Desvio de Recursos Públicos da PF, em Brasília, e ocupou o cargo de superintendente em Alagoas. (Com informações da Reuters)

Por CNN Brasil

1 Comentário

  1. Tipo…o tirado dos tucanos pegou no proprio pé? Agora não temos um delegado que prende politico bandido e sim dois rsrsr Maravilha.Esse Brasil ta dando certo

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*